Fabrizio Lupo

Fabrizio Lupo Um grande fresco narrativo a representa o em todos os seus aspectos de um caso de homossexualidade interpretado como uma forma de amor A novidade primeira de Fabrizio Lupo precisamente essa homossexu

  • Title: Fabrizio Lupo
  • Author: Carlo Coccioli Rui Santana Brito
  • ISBN: 9789729013423
  • Page: 108
  • Format: Paperback
  • Um grande fresco narrativo a representa o, em todos os seus aspectos de um caso de homossexualidade interpretado como uma forma de amor A novidade primeira de Fabrizio Lupo precisamente essa homossexualidade como Amor com A mai sculo.

    One thought on “Fabrizio Lupo”

    1. Fabrizio Lupo, a young Italian painter, and Laurent Rigault, a French sculptor, are outlawed both by the Church and by the society because of their homosexual love. Meeting in Paris, where Fabrizio has come for an exhibition of his work, they are immediately aware of a magnetic attraction for each other and are swept together into a turbulent affair, which continues after Fabrizio returns to Italy and pursues Laurent with passionate letters.To Fabrizio and Laurent their love is a deep, lasting a [...]

    2. dapprima diresti che è un po' datato poi ti rendi conto che certi sentimenti sono sempre attuali e qui molto ben descritti!

    3. Un libro difficilissimo, per la sua lunghezza e la sua struttura narrata inusuale, ma che ripaga la fatica della sua lettura attraverso la bellezza della sua prosa. Per la sua straordinaria modernità, in alcuni momenti sembra impossibile che non sia un libro scritto molto più recentemente. Ricordarsi che fosse scritto nel 1951 e documenta il pensiero di un eroe partigiano, che cerca di accordare la sua profonda spiritualità alla sua omosessualità, lo rende ancora più sorprendente ed una tes [...]

    4. Fabrizio Lupo é, como não podia deixar de ser, um livro fascinante. Excessivo, derramado, intenso, obcecado. Fabrizio Lupo, o seu herói, é daquelas personagens tão incandescentes, que não admira que se tenha queimado no fogo das suas próprias chamas.E é um daqueles livros que retrata, a sangue, o que há de mais puro e verdadeiro na alma humana. Aquilo de que é feito o homem. E, nisso, é um espelho ao mesmo tempo verdadeiro, reconfortante e brutal.

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *